ACCIONA

Espaço Associado

ACCIONA fornece energia renovável ao Teatro Real (Madrid) nos próximos cinco anos

 

A ACCIONA continua a trabalhar com o setor cultural para reduzir a sua pegada de carbono e contribuir para sua sustentabilidade energética. Neste sentido, a empresa firmou um contrato de fornecimento de energia eléctrica ao Teatro Real (Madrid) e renovou o que já tinha com o Museo Nacional Centro de Arte Reina Sofía, na mesma cidade. Em ambos os casos, a energia fornecida será de origem 100% renovável.


O acordo com o Teatro Real durará cinco anos, de março de 2019 a fevereiro de 2024. Durante este período, a ACCIONA prevê fornecer cerca de 7 gigawatts-hora (GWh) de energia por ano de forma a cobrir todo o consumo de eletricidade de uma das principais casas de ópera do mundo.


O uso de energia 100% renovável, certificado pela Comissão Nacional de Mercados e Concorrência de Espanha (CNMC), evitará a emissão para a atmosfera de 22.309 toneladas de CO2 (de acordo com o mix energético espanhol). O acordo inclui ainda ações destinadas à poupança e eficiência energética dentro das instalações do Teatro.


A ACCIONA também renovou o seu contrato de fornecimento de eletricidade ao Museo Nacional de Arte Reina Sofía, em Madrid, de fevereiro a dezembro de 2019, para um volume estimado de 10,9 GWh / ano. A ACCIONA comercializa energia renovável para o Reina Sofía desde abril de 2016, e o novo contrato evitará a emissão de 6.374 toneladas de CO2.


“Temos o prazer de trabalhar com entidades emblemáticas como o Teatro Real e o Reina Sofía de forma a contribuir para a descarbonização do setor cultural, por meio do fornecimento de energia limpa e competitiva, que sem dúvida agradará aos milhares de pessoas que visitam as suas instalações”, declarou recentemente Santiago Gómez Ramos, Diretor de Gestão de Energia da ACCIONA.


Principal comerciante de energia renovável

 

A ACCIONA Energía, líder em comercialização de energia exclusivamente renovável em Espanha, também fornece eletricidade a outras grandes instituições culturais deste país, como o Museu Nacional do Prado e o Museu Thyssen-Bornemisza. Também comercializou energia limpa para a Biblioteca Nacional e dezoito museus que estão sob a alçada do Ministério da Educação, Cultura e Desporto.

 

Há mais de quinhentas empresas e instituições entre os atuais ou antigos clientes da empresa, provenientes de uma ampla gama de setores, como a Telefónica, Unilever, Adif, Navantia, RTVE, Agrolimen, Freixenet, Bimbo, Merck e Basf. Neste ano, a empresa espera superar a marca de 6 terawatts-hora (TWh) contratada, com grandes clientes no mercado da Península Ibérica.


Fora da Península, a ACCIONA Energía é um comerciante ativo de energia renovável para clientes corporativos, assinando contratos de compra de energia com grandes empresas como a Google, Falabella, LATAM Airlines e ENAMI (todos no Chile) e Cemex (México).

Anúncios