Outros

Em 2019, a intensidade energética da economia portuguesa foi de 130,06 tep/M€'2010. Este valor encontra-se acima da média dos países da UE-28 (114,34 tep/M€'2010).

 

Fonte: EUROSTAT

O acréscimo de produção renovável tem permitido reduzir as emissões específicas do setor electroprodutor nacional, que, juntamente com a redução no consumo verificada em 2020 resultante da pandemia da COVID-19, permitiu que o valor de 2020 caísse para os 162 kgCO2/MWh, uma redução de 69 % face ao valor registado no início do século..

 

Nos próximos anos prevê-se que a eletricidade renovável continue a influenciar a descarbonização da sociedade portuguesa, motivada pela previsão de aumento da produção de energia elétrica de origem renovável e de phase-out das centrais a carvão.

 

Fonte: ERSE, REN, Análise APREN